EUA: atirador abre fogo em igreja no Texas e deixa 27 pessoas mortas, incluindo crianças

EUA: atirador abre fogo em igreja no Texas e deixa 27 pessoas mortas, incluindo crianças

Mais uma tragédia anunciada acontece nos EUA, o país onde a venda de armas não só é liberada como também estimulada, através do mercado publicitário, para que as famílias estadunidenses se “mantenham protegidas”.

Segundo informações Bnonews.com, o tiroteio começou cerca de 11h30 da manhã, no horário local, em uma igreja Batista de Sutherland Springs, perto de San Antonio, Texas.

O xerife local, Joe Tackitt, declarou que um número indeterminado de pessoas havia sido morto, enquanto muitos foram levados para o hospital.

Embora não seja conhecido o número exato de vítimas, o comissário do município, Albert Gomez, declarou pelo menos 27 mortos, incluindo crianças. Outras dezenas de pessoas ficaram feridas, acrescentou o funcionário, citado por Bnonews.com.

O atirador, após acabar sua munição, acabou morto pela polícia local.

Há pouco mais de um mês, 3/10, um atirador sacou suas armas e descarregou na platéia que assistia um show de música country, em Las Vegas, matando mais de 58 pessoas.

Stephen Paddock, de 64 anos, disparou a partir de um quarto no 32º andar do hotel e cassino Mandalay Bay hotel contra as mais de 22 mil pessoas presentes no show no momento.

Paddock se matou quando a polícia se preparava para invadir sua suíte. Foram usados explosivos para derrubar a porta do quarto onde, segundo autoridades, havia 23 armas. Segundo o xerife de Las Vegas, Joe Lombardo, acredita-se que ele agiu como “lobo solitário” – como são chamados os ataques planejados e executados individualmente.

E há no Brasil quem apoie a ideia de armar a população.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

;