EUA, Japão e Coreia do Sul continuam ameaçando a paz na península

PORTA-VOZ DA CHANCELARIA COREANA DENUNCIA O EXERCÍCIO AÉREO CONJUNTO ENTRE OS ESTADOS UNIDOS E O SUL DA COREIA

“Os EUA tratam de levar a aguda situação na Península Coreana ao limiar do início da guerra ao liderar do dia 4 ao 8 deste mês um treinamento aéreo de grande envergadura junto aos fantoches sul-coreanos.

Nesta simulação, serão mobilizados mais de 230 aviões de combate vindos das bases aéreas do Japão e Sul da Coreia, incluindo o caça Stealth F-22 Raptor de versão ultramoderna e o F-35 que são as principais propriedades estratégicas estadunidenses, e mais de 12 mil soldados estadunidenses. É a primeira vez que os EUA estão usam muitos aviões F-22 Raptor e F-35 no treinamento aéreo conjunto simulando a batalha real na Península Coreana.

Os EUA anunciam abertamente que o objetivo do atual exercício está no treinamento da capacidade de batalha real em neutralizar no período inicial da guerra os principais blocos estratégicos da RPD da Coreia.

A alguns dias atrás, os EUA haviam executado o treinamento de guerra nuclear de grande envergadura contra a RPD da Coreia próximo a Península Coreana mobilizando 3 frotas de porta-aviões nucleares. E ultimamente, divulga opiniões de que é possível o ataque nuclear contra a RPD da Coreia.

Agora, os cúmplices de Trump estão buscando a guerra nuclear mediante o perigoso treinamento nuclear na Península Coreana.

A comunidade internacional qualifica como um movimento extraordinário e assiste com grande preocupação e inquietação as atitudes dos EUA que perpetra incessantemente os atos de provação militar mobilizando forças estratégicas nucleares de grande tamanho e levam a situação na Península

Coreana a um estado extremamente perigoso.

Tudo mencionado anteriormente mostra de forma clara quem é o verdadeiro maníaco que busca a guerra nuclear, perturba e destrói a paz na Península Coreana e no resto do mundo.

Os EUA “satanizam” a RPD da Coreia qualificando de ameaça a paz e a segurança do mundo as medidas justas desta ao fortalecer o dissuasivo nuclear de autodefesa, o qual faz parte do pretexto que busca justificar um ataque preventivo nuclear contra a RPD da Coreia e significa o prelúdio da guerra nuclear.

Como foi esclarecido no decreto da Assembleia Popular Suprema da RPD da Coreia sobre o reforço da posição do país em possuir armas nucleares de caráter autodefensivo, a missão das forças armadas nucleares do nosso Estado reside em deter e rechaçar a agressão e o ataque dos EUA contra a RPD da Coreia e desferir um forte golpe de represália contra as principais bases da agressão.

A realidade volta a mostrar com clareza que podemos defender a paz e a segurança da Península Coreana e do resto do mundo apenas quando conquistamos um equilíbrio real de forças com os EUA.

A comunidade internacional deve distinguir corretamente de onde vem o som dos tambores da guerra nuclear e responsabilizar totalmente os EUA, perturbador e destruidor da paz na Península Coreana e no resto do mundo.

Se está península e todo o mundo for arrasado por uma guerra nuclear devido a fúria imprudente dos EUA, este deverá assumir toda a responsabilidade.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

;