Mídia sinaliza que Temer deve ser trocado

Mídia sinaliza que Temer deve ser trocado

Militares nacionalistas se contrapõem à entrega de recursos naturais e bases estratégicas, como Alcântara e parte da Amazônia, e exercem pressão para que Temer seja denunciado e afastado. Mas há os que estão no governo e defendem sua permanência, com entrega e tudo

Há meses informações confidenciais davam conta de que parte dos militares de alta patente não estava satisfeita com a atuação do governo Temer em dois aspectos: cortes de recursos às Forças Militares para desenvolvimento tecnológico, pesquisas e aquisição de armamentos modernos, que melhorem a defesa das fronteiras brasileiras, bem como monitoração do espaço aéreo e marítimo, e a entrega de pontos chaves como petróleo e gás, base de Alcântara e parte da Amazônia com reservas indígenas e ambientais para serem exploradas por mineradoras estrangeiras.

A Câmara dos deputados se reúne hoje, 25/11, para votar a segunda denúncia contra Temer, que é acusado de obstrução da Justiça e organização criminosa. A peça é baseada nas delações do grupo J&F, controlador da JBS, e do doleiro Lúcio Funaro, gravadas em vídeo e publicado no portal da Câmara dos Deputados por ordem de Rodrigo Maia.

Temer fez do Planalto balcão de negócios para garantir sua sobrevivência política, liberando mais de 32 bi (segundo o 247) em emendas parlamentares e atendendo os desejos da bancada ruralista, ao sancionar lei que miniminiza denúncias de trabalhos análogos ao escravo, o que indignou a comunidade jurídica, a justiça do Trabalho, ONG’s e ativistas internacionais.

SINALIZAÇÕES 

O primeiro sinal concretizado nas informações foi a liberação do almirante Othon. O segundo sinal surgiu ontem, às vésperas da votação. A mídia, entre elas a Rede Globo que sempre esteve ao lado de Temer, publicou um vídeo com artistas globais mobilizando o povo contra às reformas temistas em ato na Cinelândia, e dedicou 5 minutos de matéria anti-Temer em seu Jornal Nacional, o horário mais nobre da TV brasileira. A rede Globo jamais se prestaria a esse serviço antropofágico se não fosse por pressões “externas”. A Globo News também participou ativamente como podem ver aqui

O terceiro sinal veio do STF. A ministra do STF (Supremo Tribunal Federal) Rosa Weber concedeu terça-feira (24) uma decisão liminar (provisória) para suspender a portaria do Ministério do Trabalho que alterou os critérios de classificação do trabalho escravo, deixando a bancada ruralista sem sua moeda de troca.

MAIA e Aldo Rebelo

Há uma parte de militares nacionalistas que apoiam o projeto Maia e Rebelo na presidência e na vice, para que as instituições voltem ao normal, que sejam expurgados da vida pública os que forem comprovadamente corruptos na Operação Lava Jato e em outras operações, que garanta a retomada do crescimento econômico, geração de emprego e renda e soberania nacional, pontuados no manifesto publicado por Rebelo. Este projeto teria a chancela do Alto Comando das FFAA, e pelo andar da carruagem tudo indica que ele será posto em ação. Se Temer não sair através de votação no Congresso, tudo indica que sairão com ele.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

;